Fila brasileiro – Tudo sobre essa raça

0 Comment

Fila brasileiro ou mastim brasileiro é classificado pela Federation Cynologique Internationale na categoria de pinschers e schnauzers, molossoïdes, cães de montanha suíça, tipo mastim. Ao mesmo tempo guardião de choque e adorável companheiro para todos os membros da família, este poderoso molosse é uma verdadeira força da natureza. Ele cuidará de sua propriedade com fervor, mas acima de tudo, não há guarda-costas melhor que ele. Estrangeiros são avisados, estacionem para todos aqueles que tentam te machucar! Este canino imponente possui de fato uma afeição por ela de dimensão igual ao seu tamanho. Então, mesmo que não seja colocar em todas as mãos, o fila brasileiro é um maravilhoso cão de estimação, carinhoso e fiel, que vale a pena ser conhecido.

fila brasileiro

AS CARACTERÍSTICAS DO FILA BRASILEIRO

Fila tipicamente molossóide, o fila brasileiro possui uma construção poderosa, compacta e muito impressionante. No entanto, suas proporções são harmoniosas. O macho mede entre 65 cm e 75 cm na cernelha, para um peso que varia de 50 a 60 quilos. Quanto à mulher, ela é igualmente colossal. Seu tamanho é entre 60 cm e 70 cm na cernelha, enquanto a agulha da balança está posicionada em 40 quilos ou mesmo 50 quilos! Apesar dessa massa e de seu tamanho grande, o mastim brasileiro possui uma postura felina com um porte muito nobre e uma linha de fundo supina, ou seja, com uma garupa um pouco mais alta que a cernelha. É tão capaz de grande agilidade, tanto que a fêmea ostenta um visual muito feminino, ainda mais refinado que o masculino.

Quanto ao vestido do fila brasileiro, todos os matizes uniformes e suas combinações são permitidos, com exceção do cinza do mouse, azul, branco, preto e fogo. Tigrado é aceito, assim como marcas brancas na ponta da cauda, ​​patas e peito. O mastim brasileiro também pode usar uma máscara preta. Seu cabelo é curto, bem colocado, grosso e extremamente macio.

Sua cabeça grande é pesada e maciça, mas em perfeita harmonia com o corpo. Médio e cintura ligeiramente afundado, seus olhos amendoados bem separados e íris cor varia do âmbar ao marrom escuro para combinar com o vestido, separados por um focinho sutilmente poderoso mais curto do que o crânio. A grande trufa brilha em preto e a parada é baixa e inclinada, tanto que quase não é visível pela frente. Quanto aos ouvidos do fila brasileiro, são muito largos e grossos, pendentes e ostentando uma forma elegante de V.

Seus membros são paralelos e longos, fortes e retos, com uma estrutura extremamente forte. O mastim brasileiro também tem um peito desenvolvido e bem descido e uma cauda muito larga na base que se estreita rapidamente, para terminar no jarrete. Quando o cão está em ação, o cão se levanta enquanto pronuncia a curva do final. Finalmente, o tronco é bastante longo e coberto com pele solta e grossa, como evidenciado pela barbatana pronunciada sob o pescoço muscular que tende a se estender até o abdômen. No entanto, nenhuma ruga deve estar presente na cabeça. É apenas no despertar que a pele do crânio se contrai, formando rugas longitudinais entre as orelhas.

FILA BRASILEIRO : LES ORIGINES

Embora as origens do fila brasileiro sejam bastante controversas, é inegável que se trata de uma raça antiga pertencente à categoria dos molossos. Estes cães maciços de lábios longos e grossos acompanharam os conquistadores portugueses durante a colonização do território brasileiro no século XVI. Eles foram então usados ​​para dirigir gado e proteger os rebanhos de animais selvagens, incluindo onças. À noite, seu principal papel era manter a fazenda. Estes mastins também serviram para repelir os holandeses que vieram conquistar o país. Seu talento imensamente desenvolvido também lhes permitiu caçar desertores e escravos fugitivos que trabalhavam nas plantações de cana-de-açúcar. O papel deles era obviamente não machucá-los, mas simplesmente para ameaçá-los para encorajá-los a retomar sua missão. A versatilidade do fila brasileiro é tal que ele era muito popular com a polícia no Brasil, que o via como um rastreador excepcional. Assim, o seu nome viria certamente do “filhar” português, ou seja, apanha sem libertar a presa. Após a abolição da escravatura em 1888, o mastim reconvertido para guardar as grandes propriedades.

Fila brasileiro filhote

Desde o século XIX, o fila brasileiro foi cruzado. Assim, o galgo espanhol interveio para melhorar a agilidade e a velocidade, enquanto o atual cão de caça de Saint-Hubert só aumentou o olfato do mastim brasileiro. Finalmente, o mastim e o buldogue fortaleceram sua musculatura e sua constituição. De qualquer forma, ao longo das seleções, o homem sempre procurou manter o temperamento da raça e sua aparência típica de molossóide.

Não há documento concreto e convincente o suficiente para atestar as verdadeiras origens do mastim brasileiro, mas o que é certo é que o primeiro padrão da raça foi estabelecido em 1946 pelos veterinários Paulo Santos Cruz, Erwin Valdemar Rathsan. e João Ebner, poucas décadas após o início de sua criação. A utilidade do fila brasileiro sempre foi inegável, mas se demorou tanto para se tornar uma raça em si, foi simplesmente porque cada proprietário deu à luz filhotes de acordo com suas próprias necessidades.

O reconhecimento oficial do mastim brasileiro pela Federação Cinológica Internacional data apenas de 1968, sob a direção do presidente do Brasil Kennel Club Antonio Barone Forzano. Um regulamento nacional de criação foi elaborado em 1975, mas foi somente no início dos anos 90 que o fila brasileiro chegou à França. Apesar de suas boas habilidades, ele permanece muito raro na Europa.

LE CARACTÈRE DU FILA

O fila brasileiro é como o café brasileiro suculento, doce, poderoso e robusto ao mesmo tempo. Ele se comporta serenamente e tem um seguro próprio. Instintivamente, ele suporta uma atmosfera incomum, tornando-o um cão de fazenda, goleiro, caçador de grande jogo e protetor por excelência. Este grande cão tem um bom equilíbrio psicológico, um afeto transbordante e uma fidelidade exemplar. Atento ao seu mestre, ele ama mais do que tudo, este pote de cola é muito obediente e dócil, mas também infinitamente paciente e tolerante com as crianças. Assim, para carinhos, não seja mesquinho, pois o mastim brasileiro não tem medo de overdose e busca insistentemente contato com os entes queridos. Por outro lado, ele é particularmente distante e até desconfiado de estranhos. Sua coragem Sua determinação e bravura o levam a tornar-se formidável se ele sente que sua família está em perigo real. Com seus congêneres, o fila brasileiro pode reagir violentamente às provocações de um cachorro grande. Mas, no que diz respeito aos pequeninos, ele é completamente ignorante do caos.

CONDIÇÕES DE VIDA

Profundamente rústico, o mastim brasileiro exige espaço diário e exercício físico à vontade. Longe de sua floresta tropical, ela está satisfeita com um grande jardim e freqüentes viagens ao campo para expressar toda a sua energia. Por causa de seu tamanho gigantesco, sua constante necessidade de gastar sem esquecer a memória de seus grupos de caça nas vastas terras do Brasil, a vida na cidade é fortemente contra-indicada. O fila brasileiro é feito para defender grandes propriedades e não tem lugar em um apartamento. Embora possa permanecer ao ar livre em todas as estações, é essencial deixá-lo à disposição num nicho confortável, protegido do clima e, acima de tudo, não deve ser afastado da família. Ele odeia a solidão depois, integre-o o máximo possível na vida cotidiana. Sem contato humano, a sua grande empregada de coração mole não poderia se sentir totalmente feliz e satisfeita. Sua felicidade está na presença de sua família e especialmente nos pequenos que ele protege com excessiva benevolência. Mestres que freqüentemente estão ausentes não têm absolutamente nada a ver com essa grande pessoa sentimental. 

Ele simplesmente precisa de uma comitiva que lhe mostre um amor sincero e muita generosidade. Finalmente, o fila brasileiro se dá bem com todos os animais da casa, sejam cães, gatos, roedores, pássaros ou cavalos, ovelhas e vacas, a partir do momento em que ele se sente confiante e deixe-o saber onde é o seu lugar. seu grande molosse de coração mole pode não se sentir totalmente feliz e realizado. Sua felicidade está na presença de sua família e especialmente nos pequenos que ele protege com excessiva benevolência. Mestres que freqüentemente estão ausentes não têm absolutamente nada a ver com essa grande pessoa sentimental. Ele simplesmente precisa de uma comitiva que lhe mostre um amor sincero e muita generosidade. Finalmente, o Fila Brasileiro se dá bem com todos os animais na casa, seja cães, gatos, roedores, pássaros ou cavalos, ovelhas e vacas, assim que ele se sente confiante e deixe-o saber onde é o seu lugar. seu grande molosse de coração mole pode não se sentir totalmente feliz e realizado. Sua felicidade está na presença de sua família e especialmente nos pequenos que ele protege com excessiva benevolência. 

Fila brasileiro em dupla

Mestres que freqüentemente estão ausentes não têm absolutamente nada a ver com essa grande pessoa sentimental. Ele simplesmente precisa de uma comitiva que lhe mostre um amor sincero e muita generosidade. Finalmente, o fila brasileiro se dá bem com todos os animais da casa, sejam cães, gatos, roedores, pássaros ou cavalos, ovelhas e vacas, a partir do momento em que ele se sente confiante e deixe-o saber onde é o seu lugar. Mestres que freqüentemente estão ausentes não têm absolutamente nada a ver com essa grande pessoa sentimental. Ele simplesmente precisa de uma comitiva que lhe mostre um amor sincero e muita generosidade. 

Finalmente, o fila brasileiro se dá bem com todos os animais da casa, sejam cães, gatos, roedores, pássaros ou cavalos, ovelhas e vacas, a partir do momento em que ele se sente confiante e deixe-o saber onde é o seu lugar. Mestres que freqüentemente estão ausentes não têm absolutamente nada a ver com essa grande pessoa sentimental. Ele simplesmente precisa de uma comitiva que lhe mostre um amor sincero e muita generosidade. Finalmente, o fila brasileiro se dá bem com todos os animais da casa, sejam cães, gatos, roedores, pássaros ou cavalos, ovelhas e vacas, a partir do momento em que ele se sente confiante e deixe-o saber onde é o seu lugar.

SAÚDE

Fila brasileiro é muito robusto e não sofre de nenhuma patologia em particular. Goza de uma expectativa de vida média de 13 anos.

No entanto, o crescimento do mastim brasileiro deve ser acompanhado de perto para evitar displasia do quadril e do cotovelo. Vá com calma nos exercícios físicos do seu filhote e deixe-o passar espontaneamente, sem forçá-lo. Isso será amplo. Quando ele atinge a idade adulta, seu bravo companheiro de quatro pernas será capaz de desabafar como quiser e só vai esperar por uma coisa, que você faça ele participar sem moderação em suas atividades esportivas.

Como todos os cães do tipo cão que são conhecidos por crescer à velocidade da luz, sua comida deve ser rica em proteínas, que irá cobrir todas as necessidades importantes deste grande cão. Os croquetes de qualidade estão bem adaptados ao desenvolvimento da fila brasileira de acordo com sua idade e seu modo de vida.

DRESSAGE

Por seu tamanho e lado excessivamente protetor, o fila brasileiro é apenas para ser colocado em mãos experientes com experiência real de cães de guarda. Exige uma educação firme e constante, realizada com muito carinho e com um professor que o ouve. Sem uma autoridade infalível, o mastim brasileiro tenderá a ser exclusivo demais de sua família. Ele ama tanto a sua comitiva que qualquer estranho só pode ser um intruso, até um inimigo. É essencial canalizar sua propensão imensurável para defender a sua própria, humana e peluda. Graças a várias sessões de treinamento iniciais, a natureza calma e equilibrada de seu adorável companheiro nunca falhará.

 Uma vez que um adulto, ele será capaz de direcionar suas intervenções com estranhos, mas sempre na condição de que você é capaz de controlá-lo do lado de fora. De fato, seu instinto de proteção pode ser despertado a qualquer momento. Além disso, é essencial não estimular essa agressividade por métodos brutais e nunca treiná-la para atacar, porque o mastim brasileiro poderia se transformar em uma arma real por causa de sua musculatura exagerada e sua grande impulsividade. De qualquer forma, um Fila Brasileiro bem educado poderá manter um olhar benevolente em crianças pequenas com muita consciência profissional, assim como os amigos que vêm brincar em casa. Também se concentre no lembrete, para que você possa manter o controle de seu fiel companheiro em todas as circunstâncias,

ALGUMAS DICAS

A manutenção da fila brasileira é muito fácil. Escovar uma vez por semana é suficiente para se livrar dos pêlos mortos e manter um pêlo saudável.

Se você quiser adotar este belo exemplar do cão canino, saiba que ele ainda é muito difícil de encontrar. Ainda é pouco conhecido na Europa e os criadores não são muito numerosos. Assim, é necessário começar a procurar uma boa criação em breve para garantir a hospedagem do filhote de cachorro dos seus sonhos, sem hesitação em visitar outros países onde o mastim brasileiro é mais difundido.

Referências

https://www.akc.org
https://www.thesprucepets.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *